#souterrorista

Notícia - 25 - fev - 2016
O Greenpeace e organizações parceiras divulgam nota endereçada à Presidente Dilma exigindo o veto ao projeto de lei 2016/15, conhecido como Lei Antiterrorismo, aprovado nesta quarta-feira 24/2 na Câmara Federal, em Brasília

A mobilização começou nas redes sociais ontem à tarde, durante a votação do projeto pelos deputados, com um tuitaço que fez a hashtag #eunaosouterrotista chegar aos trending topics do Twitter Brasil, com mais de 16 mil tuítes. Diversas organizações se somaram à mobilização, como Anistia Internacional, Artigo 19, Conectas Direitos Humanos, Justiça Global e Engajamundo.

"No projeto, o conceito de terrorismo é descrito de forma tão aberta e indefinida que nele tudo cabe, podendo criminalizar manifestações ao gosto da autoridade de plantão. Este não pode ser o legado do governo de quem foi torturada e acusada de terrorista na ditadura. Não esperamos da presidente menos do que o veto", diz Marcio Astrini, coordenador do Greenpeace Brasil.

Agora, vamos espalhar a mensagem #souterrorista em protesto à lei que representa um atentado inaceitável e desnecessário à democracia no Brasil. Participe você também e assine a petição: souterrorista.org.br

Leia aqui a nota:

Exma. Sra. Presidenta Dilma Rousseff,
C/C: ; ;

Nós, cidadãos brasileiros conscientes do nosso direito de lutar por um Brasil melhor, exigimos que V. Excia vete o projeto de lei 2016/15, também conhecida como Lei Antiterrorismo, que representa um atentado inaceitável e desnecessário à democracia no Brasil.

Este projeto de lei cria um novo tipo de "crime", o de terrorismo, que não se justifica no contexto brasileiro. Uma variedade enorme de condutas criminosas já previstas em lei pode passar ao mesmo tempo a ser enquadrada como terrorismo, ao sabor da interpretação dos agentes de poder. Por mais que o governo tente negar, na prática a lei significa que qualquer pessoa lutando publicamente por seus direitos pode vir a ser enquadrado como terrorista.

V.Ex.ª já sentiu na pele o que significa estar nas mãos de agentes do poder sob acusação de terrorismo. É incompreensível que venha a manchar este aspecto da sua biografia assinando esta lei desnecessária e antidemocrática.

Senhora Presidenta: em nome da democracia em nosso país, vete o projeto de lei 2016/15.

Em outubro do ano passado, mais de 90 organizações, incluindo o Greenpeace, já se colocaram contra a aprovação dessa lei, argumentando que ela coloca em risco a sua liberdade de manifestação. Confira aqui o Manifesto de Repúdio a Tipificação do Terrorismo.