Sob pressão, Comissão Européia decide futuro de milhos transgênicos

Notícia - 4 - mai - 2008
Variedades da Syngenta e da Pioneer/Dow, criticadas por cientistas e opinião pública, serão avaliadas esta semana.

A Comissão Européia está sob pressão interna para rejeitar o plantio de duas variedades de milho transgênico no continente. Cientistas apontam problemas à biodiversidade e à vida selvagem.

A credibilidade da Comissão Européia poderá ficar seriamente abalada se conseguir responder à intensa pressão existente para a reforma da política européia relacionada aos transgênicos. O debate há muito esperado será enfim realizado na próxima quarta-feira, dia 7 de maio. 

Atualmente, cinco países europeus proíbem o cultivo de transgênicos em seus territórios (França, Áustria, Polônia, Hungria e Grécia) e outros 16 estão livres dessa tecnologia. O público europeu é claramente contra o consumo de alimentos transgênicos e há pedidos de diversos países-membros da União Européia para que o processo de autorização dos produtos geneticamente modificados seja revisto. Atualmente, esse processo se baseia apenas em dados fornecidos pela indústria, ignorando-se a comunidade científica.

De imediato, os representantes da Comissão Européia podem decidir o futuro de duas variedades de milho transgênico, desenvolvidas pelas companhias Syngenta e Pioneer/Dow. O departamento da Comissão encarregado de analisar e aprovar ou rejeitar produtos transgênicos já propôs a rejeição de ambos os cultivos. Há crescentes evidências científicas de que o inseticida embutido nessas plantas pode afetar a vida selvagem e comprometer a biodiversidade européia.

Também está em discussão na Comissão Européia a batata 'amflora' da Basf - produto transgênico contendo um gene que dá resistência à batata a certos antibióticos - há muitas dúvidas sobre sua segurança. A Organização Mundial de Saúde (OMS), a Agência Européia de Medicina e o Instituto Pasteur têm sérias dúvidas sobre os possíveis impactos dessa batata na saúde humana e no meio ambiente.

Leia também:

Romênia bane milho transgênico por falta de segurança

Dafap's entra para a lista verde do Guia do Consumidor