OMC sufoca direito de dizer NÃO aos transgênicos

Notícia - 20 - jul - 2003

Ativistas do Greenpeace substituíram hoje o significado da sigla WTO - Organização Mundial do Comércio (OMC) na sigla em inglês, na sede da organização, em Genebra, por WTO - Ordem Transgênica Mundial, denunciando a OMC por promover interesses corporativos da indústria de engenharia genética.

Ativistas do Greenpeace vestidos de Tio Sam colocaram camisas de força em outros ativistas que representavam os consumidores, sufocando sua demanda pelo direito de dizer NÃO aos alimentos transgênicos e despejando milho transgênico sobre eles.

O Órgão de Solução de Controvérsias (OSC) da OMC deve discutir em breve a reclamação dos EUA contra a moratória da União Européia sobre organismos geneticamente modificados (OGMs).

"A OMC está, mais uma vez, perto de trabalhar em nome de interesses corporativos ao ajudar os EUA e sua indústria de engenharia genética a forçar consumidores a se alimentar com transgênicos. Para uma organização que já sofre com a falta de legitimidade perante a opinião pública, esse é um grande erro", disse Bruno Heinzer, da campanha de engenharia genética na Suíça.