Durante a Rio+20, o Greenpeace Internacional iniciou uma ação global para tentar salvar uma das regiões mais inóspitas e frágeis do planeta – o Ártico. Mais de 420 mil pessoas do mundo inteiro já assinaram a petição pedindo a criação de um santuário global que proteja o Ártico da exploração desenfreada. Além da pesca predatória, que já ameaça o equilíbrio do ecossistema ártico, a região agora enfrenta os riscos da corrida pela exploração de petróleo.

Leia mais:

Para chamar a atenção sobre as conseqüências desastrosas que o desenvolvimento industrial pode trazer para o Ártico, o Greenpeace lançou um filme que mostra uma ursa polar sem-teto vagando pelas ruas de Londres. Após ser obrigada a sair do seu habitat natural por conta das mudanças climáticas, a ursa Paula inicia uma triste e solitária saga para encontrar comida e um novo lar. Nessa trilha, ela passa por lugares icônicos da cidade, entre eles o estádio das Olimpíadas de 2012 e um posto de combustíveis da Shell, uma das empresas responsáveis pela corrida pelo petróleo no Ártico.

Juntando-se ao rol de celebridades que estão dando seu apoio à campanha, o ator vencedor do Oscar Jude Law e a banda de rock Radiohead emprestam suas vozes ao filme. A narração fica por conta do ator, já a trilha sonora é a música “Everything in its right place” (Cada coisa no seu devido lugar), da banda britânica.

“Nós temos que parar as gigantes do petróleo que estão pressionando o Ártico. Um vazamento de petróleo devastaria essa região de beleza estonteante, enquanto a queima desse combustível apenas aumentaria o maior problema que atualmente enfrentamos, que são as mudanças climáticas”, afirma Thom Yorke, vocalista do Radiohead, em apoio à campanha.

Se você também quer fazer parte dessa campanha para proteger o habitat da ursa Paula e de muitos outros ursos polares, assine a petição no site www.SaveTheArctic.org.