Ativistas na Alemanha projetaram uma mensagem em uma torre da usina nuclear de Emsland. Dizia: "Energia nuclear é uma aberração, senhora Merkel". O texto é direcionado à chanceler alemã Angela Merkel, que visitava a usina.

A maioria dos alemães é contra a energia nuclear, demonstrando constantemente sua oposição através de históricas manifestações coletivas, que já reuniram centenas de milhares de pessoas no país.

Em 2002, uma lei foi aprovada declarando que todas os reatores seriam desligados até uma vida útil de 32 anos. Merkel ameaça rever a lei, estendendo a vida dos reatores e indo de encontro à opinião pública.

O Greenpeace realizou o protesto para pedir à chanceler que não estenda o tempo de operação dos reatores, respeitando a lei de 2002.